Stephen Hawking morre no dia do nascimento de Albert Einstein

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

As ideias brilhantes e a genialidade de Stephen Hawking levaram o físico a ser comparado com grandes nomes da ciência, como com Albert Einstein e Isaac Newton. A data de sua morte, nesta quarta-feira (14), possui duas coincidências que o farão brilhar eternamente colado a outros gênios nas enciclopédias e livros de datas históricas.

Hawking morreu no mesmo dia do nascimento de Albert Einstein. Einstein, pai da teoria da relatividade, nasceu em 14 de março de 1879, em Ulm, na Alemanha. A outra coincidência está na data de nascimento de Hawking, em 8 de janeiro de 1942, 300 anos depois da morte de Galileu Galilei, pai da ciência moderna. Galileu morreu em 8 de janeiro de 1642, Arcetri, na Itália.

Hawking, cujo livro "Uma Breve História do Tempo", lançado em 1988, se tornou um best-seller e o levou ao estrelato, dedicou a vida a desvendar os mistérios do universo.

Como Einstein e Galileu, o físico britânico se tornou um dos cientistas mais conhecidos do mundo e entrou para o panteão dos titãs da ciência.

Além de seus insights que fizeram avançar a cosmologia, outra semelhança entre Hawking e Einstein era o fenômeno pop associado aos seus nomes. O físico britânico tinha o status de um astro do rock e sua vida foi retratada no filme "A Teoria de Tudo", de 2014, que deu o Oscar de melhor ator a Eddie Redmayne.

Suas ideias brilhantes e sua genialidade renderam fãs em todos os segmentos, muito além da astrofísica.

Sua popularidade o levou a fazer participações em séries de televisão como "Star Trek" e "The Simpsons" e sua voz apareceu em canções do grupo Pink Floyd.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos