Morre aos 78 anos o Nobel de Física Peter Gruenberg

  • France Presse- AFP

    Peter Grunberg ajudou a descobrir o fenômeno chamado que permitiu a criação de minúsculos discos de memória presentes em aparelhos de MP3

    Peter Grunberg ajudou a descobrir o fenômeno chamado que permitiu a criação de minúsculos discos de memória presentes em aparelhos de MP3

O físico alemão Peter Gruenberg, prêmio Nobel de Física com um cientista francês em 2007 por seu trabalho que revolucionou o armazenamento de dados digitais, morreu na semana passada aos 78 anos, anunciou seu centro de pesquisa nesta segunda-feira.

"Sem exagerar, pode-se dizer que Peter Gruenberg e sua descoberta da magnetorresistência gigante mudaram nossas vidas", indicou o centro de pesquisa Juelich, perto de Colônia, em um comunicado. "Sem isso, os computadores modernos e os telefones celulares, como os conhecemos, seriam impensáveis", acrescentou.

Leia também:

Gruenberg recebeu o prêmio Nobel de Física em 2007 junto com o cientista francês Albert Fert, após ambos terem descoberto separadamente a chamada magnetorresistência gigante (GMR), que permitiu o desenvolvimento de discos rígidos de vários gigabytes.

Seu trabalho estabeleceu as bases para o desenvolvimento da spintrônica, uma tecnologia que é aplicada de fitas de vídeo até os MP3, passando por discos rígidos, de acordo com o centro de pesquisa.

Gruenberg também recebeu o prêmio de inventor do ano da Comissão Europeia em 2007, assim como outros prêmios na Alemanha, Israel, Japão e Turquia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos