Topo

Batman? Arqueólogos descobrem fóssil de dinossauro com "asas de morcegos"

Min Wang, Institute of Vertebrate Paleontology and Paleoanthropology, Chinese Academy of Sciences
Novo dinossauro descoberto na China tem asas semelhantes às de morcegos Imagem: Min Wang, Institute of Vertebrate Paleontology and Paleoanthropology, Chinese Academy of Sciences

Luiza Ferraz

Colaboração para o UOL, em São Paulo

2019-05-10T17:03:15

10/05/2019 17h03

Um fóssil encontrado por arqueólogos no norte da China pode indicar que dinossauros desenvolveram asas membranosas, assim como os morcegos dos dias de hoje possuem.

Nomeado Ambopteryx, o fóssil foi descoberto em 2017 entre rochas de mais de 163 milhões de anos. Os restos da plumagem e tecidos da criatura estavam bem preservados, o que ajudou os pesquisadores a completarem a sua forma.

Durante a análise, foram identificados tecidos moles ao redor de seus braços, dobras de couro que se assemelhavam a um par de asas, além de um longo osso que se estendia do pulso às pontas dos dedos.

Min Wang, Institute of Vertebrate Paleontology and Paleoanthropology, Chinese Academy of Sciences
Imagem: Min Wang, Institute of Vertebrate Paleontology and Paleoanthropology, Chinese Academy of Sciences

Já se sabe que, com o passar da evolução, dinossauros desenvolveram asas com penas e se tornaram os pássaros da atualidade. No entanto, nada indicava uma semelhança com os morcegos.

Em 2015, a cerca de 80 km do local onde encontraram o Ambopteryx, foi descoberta a primeira amostra que deu início a essa teoria. Um fóssil de forma bizarra, chamado 'Yi qi', dividiu a opinião de cientistas à época.

Desta maneira, o novo achado pode comprovar a ideia de que essas criaturas seguem um método de voo parecido com o dos Pterossauros, mas diferente da linhagem de dinossauros que se tornaram aves.

Mais Ciência