Astrônomos descobrem a mais brilhante supernova já vista em galáxia distante

Irene Klotz

Em Cabo Canaveral

Astrônomos descobriram uma distante supernova, uma estrela que explodiu, 20 vezes mais brilhante do que a galáxia da Via Láctea, de acordo com pesquisa publicada nesta quinta-feira.

A grande supernova está a cerca de 3,8 bilhões de anos-luz numa galáxia três vezes maior do que a Via Láctea, escreveram cientistas na edição desta semana da publicação Science.

O ano-luz é a distância em que luz viaja em um ano, se movendo a 300.000 quilômetros por segundo.

A explosão cósmica foi percebida pela primeira vez em 14 de junho de 2015, numa busca automatizada por supernovas conduzidas por uma rede global de pequenos telescópios.

"Ela não parecia com nenhuma das outras duzentas e tantas supernovas que nós descobrimos naquele momento?, disse via e-mail o astrônomo Subo Dong, do Instituto de Astronomia e Astrofísica da Universidade de Pequim, na China.

Dong e seus colegas não sabem o que provocou a explosão, que é mais de duas vezes mais brilhante do que qualquer supernova já descoberta. Eles pretendem usar o Telescópio Espacial Hubble neste ano para ter uma visão melhor da galáxia da supernova.

Se a supernova, conhecida como ASASSN-151h, estiver no centro da galáxia, ela poderia ter sido causada por um imenso buraco negro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos