Cientistas investigam possível morte causada por meteorito na Índia

Sandhya Ravishankar

Em Chennai (Índia)

  • iStock

Cientistas indianos estão investigando se um homem foi morto por um meteorito, o que, se confirmado, significará a primeira morte causada por fragmentos de uma rocha espacial em quase 200 anos.

A ministra-chefe do Estado de Tamil Nadu, Jayalalithaa Jayaram, afirmou que um motorista de ônibus de uma universidade de seu Estado foi morto por um meteorito e que 100 mil rúpias (cerca de R$ 5.800) foram pagas à sua família como indenização.

"Um meteorito caiu dentro dos limites da universidade", disse Jayalalithaa. O homem "sofreu ferimentos sérios e morreu a caminho do hospital".

Ex-estrela de cinema, Jayalalithaa deixou as autoridades locais em uma saia justa para explicarem a queda misteriosa na faculdade de engenharia, que criou uma pequena cratera e estilhaçou janelas.

O motorista estava em um gramado próximo do refeitório quando foi atingido, e dois jardineiros e um estudante ficaram feridos, disseram autoridades. Uma pedra azul-escura semelhante a um diamante foi encontrada no local.

De início, autoridades do governo acreditaram que a explosão havia sido causada por explosivos abandonados por engano após a conclusão de uma construção. Mas investigações não descobriram indícios de material explosivo no local em questão.

"Quando não se encontrou indício de material explosivo, fomos para a teoria de que pode ter sido um meteorito", disse um funcionário distrital que não quis revelar o nome. "Ainda não está confirmado, já que as amostras precisam ser analisadas".

Uma equipe do Instituto Indiano de Astrofísica deve visitar o campus na terça-feira para coletar amostras.

O diretor da universidade situada no distrito de Vellore, G. Baskar, declarou estar trabalhando em seu escritório quando ouviu a explosão.

"Foi um som como nenhum outro que ouvi antes", disse. "Não havia nenhum cheiro, nem fogo, nada".

A última morte registrada resultante de uma queda de meteorito aconteceu em 1825, de acordo com uma lista do periódico International Comet Quarterly.

O especialista em astrofísica da Universidade de Sheffield, no Reino Unido, Simon Goodwin disse que as mortes por meteorito são raras porque normalmente as rochas se incineram ao passar pela atmosfera terrestre, ou caem no oceano e em áreas remotas.

"Quando você olha a fração da superfície da Terra que é altamente povoada, não é muita coisa", afirmou.

Em 2013, um meteorito explodiu perto do centro da Rússia, causando uma chuva de bolas de fogo ao longo de uma área vasta e causando uma onda de choque que destruiu vidraças, danificou edifícios e feriu 1.200 pessoas.

Entenda a diferença entre meteoro e meteorito
  • Asteroide
    Objeto rochoso, relativamente pequeno e inativo, que orbita o nosso Sol
  • Meteoroide
    Sobras de asteroides ou cometas que orbitam o nosso Sol
  • Meteoro
    Fenômeno que ocorre ao longo da atmosfera e deixa um rastro de luz no céu
  • Meteorito
    Meteoroide ou asteroide que resistem à entrada na atmosfera e atingem solo
  • Cometa
    Objeto de gelo pequeno, mas muitas vezes ativo, com cauda de gás e poeira
Fonte: Othon Winter, professor e pesquisador de trajetórias espaciais da Unesp (Universidade Estadual Paulista), e Nasa (Agência Espacial Norte-Americana)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos