PUBLICIDADE
Topo

Receba os novos posts desta coluna no seu e-mail

Email inválido
Seu cadastro foi concluído!
reinaldo-azevedo

Reinaldo Azevedo

mauricio-stycer

Mauricio Stycer

josias-de-souza

Josias de Souza

jamil-chade

Jamil Chade

Carla Araújo

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Mercadante vê vitória de Lula emergindo, mas fala em pé no chão

Aloizio Mercadante (PT), em evento do Todos pela Educação, em São Paulo - Gabriela Di Bella/UOL
Aloizio Mercadante (PT), em evento do Todos pela Educação, em São Paulo Imagem: Gabriela Di Bella/UOL
Carla Araújo

Jornalista formada em 2003 pela FIAM, com pós-graduação na Fundação Cásper Líbero e MBA em finanças, começou a carreira repórter de agronegócio e colaborou com revistas segmentadas. Na Agência Estado/Broadcast foi repórter de tempo real por dez anos em São Paulo e também em Brasília, desde 2015. Foi pelo grupo Estado que cobriu o impeachment da presidente Dilma Rousseff. No Valor Econômico, acompanhou como setorista do Palácio do Planalto o fim do governo Michel Temer e a chegada de Jair Bolsonaro à Presidência.

Do UOL, em Brasília

23/06/2022 20h13Atualizada em 24/06/2022 14h20

O coordenador do programa de governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ex-ministro Aloizio Mercadante, comentou o resultado da pesquisa Datafolha desta quinta-feira e afirmou que "todos os candidatos que lideravam as pesquisas a três meses das eleições presidenciais, nas nove últimas campanhas desde 1989, venceram as eleições".

Pesquisa Datafolha contratada e divulgada hoje pelo jornal Folha de S.Paulo aponta que Lula segue na liderança da corrida eleitoral de 2022 para Presidência e venceria no primeiro turno, pois tem 53% dos votos válidos, mais do que a soma de todos os outros concorrentes. Jair Bolsonaro (PL) fica com 32% dos votos válidos.

"Com a liderança absoluta de Lula e a polarização consolidadas, a tendência que está emergindo é que o povo está querendo definir no primeiro turno", disse Mercadante, em nota enviada à coluna.

Na avaliação do petista, quanto mais o povo comparar Lula ao presidente Jair Bolsonaro, "mais a nossa vitória está assegurada".

Apesar do otimismo, Mercadante afirmou que é preciso "continuar trabalhando muito, com humildade e com o pé no chão, evitando as provocações bolsonaristas, que devem se intensificar com a proximidade das eleições".

Flávio Bolsonaro descredibiliza pesquisa

O senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente e responsável pela campanha à reeleição, também enviou nota à imprensa comentando o Datafolha. Sem citar o instituto, o senador voltou a descreditar e criticar a pesquisa.

Sem provas, ele disse que o levantamento divulgado hoje é "torcida contra Bolsonaro". Apesar de contestado por bolsonaristas, método de pesquisas eleitorais é confiável.

"Quer dizer que o Lula, que não consegue juntar gente nem para fazer invasão de terra, já que Bolsonaro deu mais de 300 mil títulos de propriedade a quem queria plantar e foi enganado por décadas pela esquerda, tem quase 50% das intenções de votos?", questionou. "Isso não é pesquisa, é torcida contra Bolsonaro."