Topo
REPORTAGEM

Após racha do PT em Pernambuco por Marília, Lula faz vídeo de apoio ao PSB

Lula e Danilo Cabral em recente encontro Imagem: Facebook
Carlos Madeiro

Colunista do UOL

21/06/2022 12h40Atualizada em 21/06/2022 13h03

Uma semana após petistas dissidentes anunciarem apoio a Marília Arraes (Solidariedade) na disputa ao governo de Pernambuco, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva gravou um vídeo de apoio ao candidato do PSB na disputa, o deputado federal Danilo Cabral.

"Logo logo estarei no estado de Pernambuco para a caminhada vitoriosa do companheiro Danilo para governador e da companheira Teresa Leitão como senadora da República", diz o ex-presidente, que esteve no Nordeste entre quinta-feira e sábado, mas "pulou" Pernambuco durante a visita.

Danilo disse à coluna que o vídeo ratifica uma posição já manifestada por Lula em outras ocasiões, em que já havia afirmado que Danilo era o seu candidato em Pernambuco.

"Ele reafirmou que o único palanque que representa a frente ampla liderada por ele aqui é o que nós estamos constituindo. Tem gente que fica aí querendo confundir a cabeça das pessoas para gerar esse tipo de dúvida sobre esse apoio", afirma Danilo, sem citar Marília Arraes.

O vídeo vem dois dias após Marília anunciar o nome de seu vice na disputa, o deputado federal Sebastião Oliveira (Avante), fechando a chapa. A candidata tem conseguido atrair partidos ligados ao PSB em Pernambuco, encolhendo o leque de aliados da chamada frente popular.

A escolha de Sebá, como é conhecido, vem na ideia de busca por mais força eleitoral no interior, já que ele foi o deputado federal mais votado no sertão —e Marília é da capital Recife.

"Marília é uma das maiores e mais importantes lideranças dessa nova geração de Pernambuco. Ela será a primeira governadora de Pernambuco e sua sensibilidade mudará a vida deste estado", afirmou, no domingo, durante seu anúncio.

No último dia 16 de maio, ela já tinha apontado o deputado federal André de Paula (PSD) como pré-candidato ao Senado. O parlamentar integrava a base de apoio de Paulo Câmara (PSB), mas anunciou seu rompimento com a frente popular para apoiar a candidata.

Sebá, Marília e André usam fundo com foto de Lula e fazem o L durante lançamento de chapa Imagem: PH Reinaux/Divulgação

Disputa por nome Lula

Desde que se lançou pré-candidata, saindo do PT, Marília tem feito sempre questão de frisar a boa relação histórica e o seu apoio à candidatura de Lula.

Marília foi justamente para um partido que nacionalmente apoia Lula e cita a identificação com o ex-presidente (que a apoiou contra o mesmo PSB na eleição de 2020 para a Prefeitura do Recife) e seu eleitor. Ela disse, em sabatina no UOL, que entende as alianças que o ex-presidente tem de fazer em âmbito nacional.

Já Danilo Cabral tem tentado usar ao máximo a imagem do ex-presidente para conseguir aumentar sua pontuação nas pesquisas de intenção de voto.

Danilo Cabral é sempre lembrado por Marília com alguém que apoiou Aécio Neves (PSDB) em 2014 e reassumiu o cargo de deputado federal por um dia só para votar a favor da abertura de processo de impeachment de Dilma Rousseff (PT). "Foi um erro histórico já reconhecido pelo partido", disse, recentemente, em sabatina do UOL.

Na chapa de Danilo Cabral, o PT indicou o nome da deputada estadual Teresa Leitão para concorrer ao Senado. O vice de Danilo Cabral ainda não está definido.

Além de Marília e Danilo, o estado de Pernambuco tem mais cinco pré-candidatos ao governo: Anderson Ferreira (PL), João Arnaldo (PSOL), Jones Manoel (PCB), Miguel Coelho (União Brasil) e Raquel Lyra (PSDB).

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Após racha do PT em Pernambuco por Marília, Lula faz vídeo de apoio ao PSB - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL


Carlos Madeiro