PUBLICIDADE
Topo

PDT é principal obstáculo para Freixo retomar candidatura a prefeito do Rio

Retrato do deputado estadual pelo Rio de Janeiro Marcelo Freixo (PSOL) - Ricardo Borges/UOL
Retrato do deputado estadual pelo Rio de Janeiro Marcelo Freixo (PSOL) Imagem: Ricardo Borges/UOL
Chico Alves

Chico Alves é jornalista, por duas vezes ganhou o Prêmio Embratel de Jornalismo e foi menção honrosa no Prêmio Vladimir Herzog. Foi editor-assistente na revista ISTOÉ e editor-chefe do jornal O DIA. É co-autor do livro 'Paraíso Armado', sobre a crise na Segurança Pública no Rio, em parceria com Aziz Filho.

Colunista do UOL

12/09/2020 12h19

A possibilidade do retorno do deputado Marcelo Freixo (PSOL-RJ) à corrida pela Prefeitura do Rio agitou o meio político carioca e as redes sociais, mas tem no PDT o principal obstáculo para se concretizar. O apelo para que Freixo reconsiderasse o abandono da candidatura foi feito por vários artistas em abaixo-assinado, como noticiou o colunista Lauro Jardim, de O Globo.

Freixo condiciona concorrer à prefeitura se houver união da esquerda em torno do nome dele, já no primeiro turno. Foi pela falta desse apoio que ele desistiu da campanha, ainda na fase de pré-candidatura.

Ouvido pela coluna, o presidente do PDT não deixou margem para dúvida. "Nosso partido já decidiu: a deputada Martha Rocha é a candidata a prefeita", disse Carlos Lupi.

Martha surpreendeu nas últimas pesquisas para a eleição. Eduardo Paes lidera as intenções de votos, mas a pedetista está em terceiro, tecnicamente empatada com Marcelo Crivella, que está em segundo, e Benedita da Silva, que está em quarto.

No PSB, Freixo conta com a boa vontade do deputado Alessandro Molon, principal nome do partido no Rio. O pessebista diz que permanece aberto ao diálogo.

"Se tem alguém que não é obstáculo para unir as forças progressistas no Rio, somos nós, do PSB, o único partido do nosso campo que aceitou abrir mão de candidato próprio para construir essa unidade", diz Molon. "Queremos chapa única que tenha mais chances de vencer o segundo turno, para derrotar o atraso".

Assim como o PDT, o PT também está animado com a candidatura própria. A deputada Benedita da Silva segue bem colocada nas pesquisas de opinião. No entanto, o PT nacional tem muita simpatia pela candidatura de Freixo e isso poderia contribuir para um acordo.

O PCdoB não seria problema.

Caso os outros partidos de esquerda apoiem a candidatura de Freixo, o deputado teria ainda que vencer barreiras dentro de sua própria legenda, o PSOL. Integrantes de várias correntes não receberam bem a possibilidade de retomada da candidatura, já que os psolistas estão em plena campanha de Renata Souza, escolhida em convenção para concorrer à prefeitura

Assim que foi divulgada a informação de que admite a possibilidade de vir a ser candidato a prefeito do Rio, Freixo ligou para Renata para explicar que o movimento não partiu dele.

Entre os artistas que assinam o pedido estão Caetano Veloso, Malu Mader e João Vicente de Castro.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.