PUBLICIDADE
Topo

Chico Alves

Crivella tira Bretas da campanha da TV, mas mantém no vídeo do YouTube

De costas, abraçados, Marcelo Crivella e Jair Bolsonaro. Ao fundo, Marcelo Bretas - Reprodução de vídeo
De costas, abraçados, Marcelo Crivella e Jair Bolsonaro. Ao fundo, Marcelo Bretas Imagem: Reprodução de vídeo
Chico Alves

Chico Alves é jornalista, por duas vezes ganhou o Prêmio Embratel de Jornalismo e foi menção honrosa no Prêmio Vladimir Herzog. Foi editor-assistente na revista ISTOÉ e editor-chefe do jornal O DIA. É co-autor do livro 'Paraíso Armado', sobre a crise na Segurança Pública no Rio, em parceria com Aziz Filho.

Colunista do UOL

25/11/2020 15h29

A campanha do prefeito do Rio, Marcelo Crivella (Republicanos), candidato à reeleição, atendeu o pedido do juiz federal Marcelo Bretas para tirar sua imagem do programa eleitoral da TV. A coluna revelou ontem a solicitação de Bretas, que disse não ter autorizado o uso. O vídeo em que o magistrado aparece não foi incluído no horário político de ontem à noite e de hoje à tarde.

O programa com a imagem de Bretas, no entanto, continua sendo exibido no canal de Crivella no YouTube. Ele aparece ao fundo, enquanto o prefeito e o presidente Jair Bolsonaro dançam abraçados.

Segundo o juiz informou à coluna, o pedido de supressão do vídeo foi encaminhado no dia 22 de outubro.

A gravação foi feita em fevereiro, no encontro que celebrou os 40 anos da Igreja Internacional da Graça de Deus. Essa participação rendeu ao magistrado punição determinada pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região.

No julgamento realizado em setembro os desembargadores aplicaram pena de censura a Bretas por autopromoção e superexposição, por 12 votos a 1.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.