PUBLICIDADE
Topo

Chico Alves

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Rodrigo Maia escolhe o novo partido até o fim do mês. PSDB é favorito

Presidente da Câmara, Rodrigo Maia - ADRIANO MACHADO
Presidente da Câmara, Rodrigo Maia Imagem: ADRIANO MACHADO
Chico Alves

Chico Alves é jornalista, por duas vezes ganhou o Prêmio Embratel de Jornalismo e foi menção honrosa no Prêmio Vladimir Herzog. Foi editor-assistente na revista ISTOÉ e editor-chefe do jornal O DIA. É co-autor do livro 'Paraíso Armado', sobre a crise na Segurança Pública no Rio, em parceria com Aziz Filho.

Colunista do UOL

13/04/2021 04h00

Rodrigo Maia (DEM-RJ) anunciou que mudaria de partido ao se sentir traído por ACM Neto, chefão nacional da legenda, que apoiou Arthur Lira (PP-AL) na eleição à presidência da Câmara. O paradeiro de Maia, porém, continua sendo um mistério. Pessoas próximas a ele, ouvidas pela coluna, disseram que a escolha do novo paradeiro tem data para ser anunciada: até o final do mês.

Depois de ser cortejado por vários partidos, do PSL ao MDB, o ex-presidente da Câmara está nesse momento mais inclinado a ingressar no PSDB. O jantar que Maia teve na semana passada com o governador de São Paulo, João Doria, deixou boas impressões. Na mesma viagem, encontrou-se com Fernando Henrique Cardoso.

Se aceitar o convite, Maia terá no ninho tucano mais poder que o MDB poderia oferecer. O diretório estadual emedebista é controlado pela família Picciani. Já o diretório fluminense do PSDB seria totalmente coordenado por ele.

Além do mais, Rodrigo Maia poderia integrar a Executiva Nacional tucana com influência considerável na condução dos caminhos da legenda nas eleições de 2022.

Apesar de estar bem encaminhado nessa direção, o deputado ainda quer conversar um pouco mais com aliados antes de anunciar a escolha.