PUBLICIDADE
Topo

Chico Alves

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Relator de investigação sobre Gabriel Monteiro denuncia que sofre ameaças

Vereadores Gabriel Monteiro e Chico Alencar - Reprodução de vídeo
Vereadores Gabriel Monteiro e Chico Alencar Imagem: Reprodução de vídeo
Chico Alves

Chico Alves é jornalista, por duas vezes ganhou o Prêmio Embratel de Jornalismo e foi menção honrosa no Prêmio Vladimir Herzog. Foi editor-assistente na revista ISTOÉ e editor-chefe do jornal O DIA. É co-autor do livro 'Paraíso Armado', sobre a crise na Segurança Pública no Rio, em parceria com Aziz Filho.

Colunista do UOL

01/08/2022 12h37

O vereador carioca Chico Alencar (PSOL) vai apresentar amanhã relatório sobre as denúncias contra Gabriel Monteiro (PL), colega da Câmara Municipal e youtuber acusado de quebra de decoro parlamentar por assédio a funcionários do gabinete, pedofilia e outros crimes. Alencar denuncia que tem sofrido ameaças nas redes sociais e por aplicativos de mensagem.

"É um ataque coordenado, bem ao estilo do 'youtuber'", explicou o relator à coluna. "Alguns jogam o link da postagem a ser atacada em um grupo de mobilização de WhatsApp ou Telegram e atiçam a milícia virtual pra ir lá fazer a ofensiva".

Alencar explica o conteúdo das mensagens. "A maioria dos comentários exalta a 'figura heróica' de Gabriel Monteiro, dizem que o apoiam e que acreditam nele, enquanto classificam o relator de 'gagá', 'corrupto', 'petista', 'parcial', mandam 'tomar no c*' e que (o traficante Fernandinho) 'Beira Mar vai me pegar'", revela.

As mensagens também tentam desqualificar o processo ético-disciplinar, dizendo que é um "jogo de cartas marcadas".

"Mas não dizem nada sobre as acusações", destaca o vereador do PSOL. "Virei também 'vagabundo', qualificativo tão inédito quanto 'corrupto' na minha vida. Não sabem nem discernir meus defeitos".

Chico Alencar diz que desde que começou o processo de apuração das denúncias contra Gabriel Monteiro e surgiram as primeiras ameaças ele tem usado carro blindado e tomado especial cuidado com os trajetos que faz.

"Obviamento esses xingamentos e ameaças não alterarão minha serena firmeza em fazer um bom relatório a partir de elementos muito concretos, cotejados com a ética e o decoro parlamentar", comentou o psolista. "Esse tipo de ataque tem o intuito intimidatório, mas não vai ter nenhum efeito sobre mim e nem sobre ninguém da Câmara".