PUBLICIDADE
Topo

Felipe Moura Brasil

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Bolsonarismo tem novo slogan: Deus, pátria, família, assédio e rachadinha

só para assinantes
Felipe Moura Brasil

Felipe Moura Brasil é âncora da BandNews FM e colunista do UOL. Vencedor do Prêmio Comunique-se na categoria Jornalista Influenciador Digital. Maior influenciador político do Brasil no Twitter, de acordo com estudo da empresa de big data Stilingue. Trabalhou nas revistas Veja e Crusoé, no site O Antagonista e na rádio Jovem Pan, onde também foi diretor de Jornalismo. Reúne suas várias frentes de trabalho em www.felipemourabrasil.com.

Colunista do UOL

30/06/2022 20h06

Na Live UOL desta quinta-feira (30), falei sobre as novas denúncias, divulgadas hoje, contra Pedro Guimarães, que deixou a presidência da Caixa Econômica Federal a pedido, porque Jair Bolsonaro não teve peito de demiti-lo.

Áudios obtidos pelo site Metrópoles mostram o executivo proferindo palavrões e ofensas durante reuniões de trabalho, o que comprova uma rotina de xingamentos e ameaças feitas a funcionários.

Apesar de ter sido instigado por seu cercadinho a falar sobre as qualidades do banco - como se uma eventual competência de Guimarães como executivo o eximisse de responsabilidade sobre os casos de assédios moral e sexual - o presidente Jair Bolsonaro (PL) se absteve de comentar o assunto. Optou pelo silêncio, uma forma indireta de minimizar o escândalo e dar um ar de desimportância ao caso.

Pautado por seus assessores e marqueteiros, incluindo o Centrão, o presidente, que já saiu em defesa de todos que estiveram envolvidos em alguma sujeira - incluindo seus filhos -, agora buscar se controlar para não defender também o ex-presidente da Caixa. Sabe que o assunto transcende a esfera política e não quer correr o risco de turbinar sua acentuada rejeição entre o eleitorado feminino, público que, com dificuldade, vem tentando conquistar nos últimos tempos.

Mas o silêncio de Bolsonaro sobre denúncias de comportamentos tão repugnantes não deixa de ser ilustrativo do novo slogan que lancei no Twitter:

"Deus, Pátria, Família, assédio e rachadinha."

Na edição de hoje da Live UOL, falamos também sobre a irritação do presidente, que discutiu com um crítico durante evento no Mato Grosso do Sul e sobre o ex-deputado estadual Arthur do Val (União Brasil-SP), que foi agredido pelo ex-deputado federal Emerson Miguel Petriv, no Paraná.

Com Madeleine Lacsko, debato os principais assuntos do país diariamente, das 17h às 18h, com transmissão ao vivo nos perfis do UOL no YouTube, no Facebook e no Twitter.