PUBLICIDADE
Topo

Língua de Bolsonaro tornou-se líder da oposição

Josias de Souza

Josias de Souza é jornalista desde 1984. Nasceu na cidade de São Paulo, em 1961. Trabalhou por 25 anos na "Folha de S.Paulo" (repórter, diretor da Sucursal de Brasília, Secretário de Redação e articulista). É coautor do livro "A História Real" (Editora Ática, 1994), que revela bastidores da elaboração do Plano Real e da primeira eleição de Fernando Henrique Cardoso à Presidência da República. Em 2011, ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo (Regional Sudeste) com a série de reportagens batizada de "Os Papéis Secretos do Exército".

Colunista do UOL

06/02/2020 10h24

Ao dizer que pessoas portadoras do vírus HIV, transmissor da Aids, são "uma despesa para todos no Brasil", a língua de Jair Bolsonaro ganhou vida própria. Ela se aventura no ramo da magia. A cada nova declaração, retira um gambá da cartola.

Difícil prever qual será o próximo lance da guerra que Bolsonaro trava com a lógica e o bom senso. Mas já se pode afirmar que a língua do presidente tornou-se líder da oposição no Brasil. (veja comentário acima)

Josias de Souza