PUBLICIDADE
Topo

MP do Rio quebra o pé da desculpa do Zero Um

O deputado estadual Márcio Pacheco (PSC-RJ) - Divulgação/Alerj
O deputado estadual Márcio Pacheco (PSC-RJ) Imagem: Divulgação/Alerj
Josias de Souza

Josias de Souza é jornalista desde 1984. Nasceu na cidade de São Paulo, em 1961. Trabalhou por 25 anos na "Folha de S.Paulo" (repórter, diretor da Sucursal de Brasília, Secretário de Redação e articulista). É coautor do livro "A História Real" (Editora Ática, 1994), que revela bastidores da elaboração do Plano Real e da primeira eleição de Fernando Henrique Cardoso à Presidência da República. Em 2011, ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo (Regional Sudeste) com a série de reportagens batizada de "Os Papéis Secretos do Exército".

Colunista do UOL

02/07/2020 00h14

Políticos encrencados com a lei preferem elaborar desculpas a oferecer explicações. Flávio Bolsonaro, por exemplo, sustenta que a rachadinha é uma invenção de perseguidores para atingir o governo do seu pai. Faz um tremendo sucesso na família. Nenhum no Ministério Público do Rio de Janeiro. Natural -no MP, há um excesso de evidências em contrário.

O escândalo da rachadinha não se restringe ao Zero Um. O primeiro a evoluir da condição de investigado para a de denunciado foi o deputado estadual Márcio Pacheco (PSC). Trata-se de um ex-líder do governo de Wilson Witzel na Assembleia Legislativa do Rio. Foi para o beleléu a tese da "perseguição" aos Bolsonaro.

O lero-lero segundo o qual Flávio estaria sendo usado como degrau para chegar ao pai não faz nexo. Primeiro porque a investigação começou entre o final de 2017 e o início de 2018, bem antes de Jair Bolsonaro sentar-se no trono presidencial. Segundo porque há duas dezenas de encalacrados, entre deputados e ex-deputados estaduais.

A exemplo de Flávio e dos demais, Márcio Pacheco é acusado de se apropriar de nacos dos contracheques de seus assessores. Identificaram-se nove drenos, pelos quais escoaram R$ 25,3 milhões. Acusado de peculato, que é a apropriação de dinheiro público, o deputado nega.

Josias de Souza