PUBLICIDADE
Topo

Madeleine Lacsko

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Nunca precisamos tanto de um discurso como o de Fux

só para assinantes
Madeleine Lacsko

Madeleine Lacsko é jornalista desde 1996. Participa dos think tanks Instituto Montese pela defesa da democracia e Sociedades Digitais e Relações de Poder, da GoNew.Co. Atuou como Consultora Internacional do Unicef Angola na campanha que erradicou a pólio no país, diretora de comunicação da Change.org para a América Latina, assessora no Supremo Tribunal Federal e do presidente da Comissão de Direitos Humanos da Alesp. Trabalhou na Jovem Pan, Antagonista, CCR e Gazeta do Povo.

Colunista do UOL

01/08/2022 20h06

Na Live UOL desta segunda-feira (01), falei sobre o discurso do presidente do STF, Luiz Fux, no qual cobrou respeito entre os candidatos nas eleições deste ano e disse nunca ser tarde para que todos se lembrem de permanecer leais à Constituição.

"O Supremo Tribunal Federal anseia que todos os candidatos aos cargos eletivos respeitem os seus adversários, que não são seus inimigos. Confia na civilidade dos debates e, principalmente, na paz, que nos permita encerrar o ciclo de 2022 sem incidentes.", afirmou.

Em seu discurso de abertura dos trabalhos da Corte no segundo semestre, Luiz Fux afirmou também que "somos um só povo e um só País" - algo esquecido pela maioria, no cenário polarizado que marca as eleições.

Faltam no Brasil, por parte de figuras públicas e personalidades, mais falas como a do ministro. Discurso como o dele merece atenção e talvez nunca tenha sido tão necessário, já que perdemos há muito tempo a noção de unidade.

Na Live UOL de hoje, falamos também sobre o presidente Jair Bolsonaro (PL) que afirmou que as Forças Armadas e as forças auxiliares desfilarão em Copacabana no dia 7 de setembro; e sobre as críticas de Simone Tebet (MDB) à polarização alimentada, segundo ela, por Lula e Bolsonaro.

Ao lado de Felipe Moura Brasil, debato os principais assuntos do país diariamente, das 17h às 18h, com transmissão ao vivo nos perfis do UOL no YouTube, no Facebook e no Twitter.