PUBLICIDADE
Topo

Em repasse de recursos, irmão de Bolsonaro vale por sete deputados

Maurício Ricardo

Maurício Ricardo é jornalista, cartunista e empresário no segmento da Educação. Formado em História, é um dos produtores pioneiros de conteúdo multimídia para a Internet brasileira. É criador do premiado site de animações Charges.com.br, lançado em fevereiro de 2000. Em 2019 migrou suas análises políticas, no formato vlog, para o canal de YouTube "Fala, M.R.". Lá, compartilha suas visões sobre política, cotidiano, música e tecnologia, que ganham também versões em texto nesta coluna.

22/01/2020 19h45

Se o seu objetivo é obter verbas federais para o município, ter o irmão do presidente, Renato Bolsonaro, morando na região equivale ao mesmo que poder contar com quase sete deputados federais. Esse é o número que se chega quando se divide o total repassado com a ajuda de Renato ao Vale do Ribeira (SP) e região pelo valor destinado no orçamento federal de 2019 às emendas parlamentares.

Segundo levantamento da Folha de S. Paulo, que foi manchete do UOL ao longo do dia, o primeiro-irmão intermediou R$ 110 milhões em repasses. Quase sete vezes o valor de R$ 15,4 milhões destinados às emendas, e mais próximo do valor que bancadas inteiras - com sorte - podem conseguir através das emendas impositivas, que tiveram um teto de cerca de R$ 170 milhões.
Se Renato ainda estiver atuando como empresário do comércio varejista, fica a dica para os prefeitos com pouca representatividade: oferecer benefícios fiscais para ter uma loja de Renato Bolsonaro em sua cidade.

Dica para prefeitos

Com a sensibilidade dele às demandas políticas, e um prestígio junto ao presidente comparável ao de outro empresário famoso, Luciano Hang, uma loja de movéis de Renato seria uma boa ponte entre prefeitura e presidência da República.
Em área e volume de empregos a loja não seria nenhuma Havan, claro. Mas teria uma vantagem: em vez de uma réplica brega e perigosamente inflamável da estátua da Liberdade, o primeiro irmão pode trazer - quem sabe? - uma ponte, uma escola... (Veja mais no meu vlog:)