PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Silvio Santos: "Fico até quando der; quando não der mais, Patrícia fica"

Após meses nos Estados Unidos, Silvio Santos voltou esta semana a gravar seu programa no SBT - Lourival Ribeiro/SBT
Após meses nos Estados Unidos, Silvio Santos voltou esta semana a gravar seu programa no SBT Imagem: Lourival Ribeiro/SBT
Conteúdo exclusivo para assinantes
Mauricio Stycer

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o "Lance!" e a "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Adeus, Controle Remoto" (editora Arquipélago, 2016), "História do Lance! ? Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo? (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011). Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Colunista do UOL

27/04/2022 15h32

Quem vai comandar os negócios do SBT após a aposentadoria de Silvio Santos ainda é uma incógnita. Mas a sucessão no palco da emissora parece já estar decidida. É o que indica uma observação do apresentador ao retornar ao Brasil, após uma longa temporada nos Estados Unidos. Ele não tem mais dúvidas sobre a capacidade de uma de suas filhas, Patrícia Abravanel, ocupar o seu lugar. Mas não pensa, por enquanto, em parar, como alguns chegaram a especular.

Questionado nesta terça-feira (26) pelo repórter Roger Turchetti se iria dividir o palco com Patrícia na sua primeira gravação após meses, Silvio disse que não e explicou:

"Hoje é o Silvio Santos no palco. Agora, quando eu não posso vir, a Patrícia vem. Até quando der. Quando não der mais, ela fica. Ainda bem que ela conduz bem o programa. Ainda bem. Sorte minha".

Turchetti também abordou um tema delicado, as imagens de Silvio feitas por sua filha Rebeca Abravanel nos EUA, nas quais aparece sem dentes. "Tudo que postam de você lá em Orlando gera curiosidade. Tem uma foto que falaram aqui que você tava banguela", provocou o repórter. "Tava sem dentadura, fazer o quê?", respondeu Silvio. "Você tava fazendo tratamento?", quis saber o jornalista. "Não. Eu esqueci os dentes em casa".

Turchetti, que já foi repórter do programa "Fofocalizando", no próprio SBT, entrevistou Silvio para o seu canal no You Tube na porta do salão do cabeleireiro Jassa. A certa altura da conversa, o jornalista disse ter ouvido que o programa de fofocas iria perder parte do seu tempo na grade. A resposta de Silvio diz muito sobre o SBT: "'Fofocalizando' sempre foi uma hora. Eles estenderam (a duração) e eu não percebi. 'Fofocalizando' com mais de uma hora não vale a pena".

Muito se fala sobre a forma como Silvio, que tem 91 anos, ainda administra pessoalmente algumas questões administrativas no SBT. Na entrevista, isso é visível quando ele comenta as demissões de Livia Andrade e Carlinhos Aguiar.

"A Livia Andrade só foi (demitida) porque ela ganhava muito mais do que nós podíamos pagar. O SBT tinha que fazer cortes. Em vez de mandar gente que precisa do emprego, tem que mandar embora aqueles que não precisam de emprego. Nada contra", explicou.

"O Carlinhos eu não sei por que ele foi. Por que não é um negócio de ordenado. É um ordenado até modesto. Manda ele me procurar. Procura quem ele tem que procurar que vou avisar que pode contratar".

Ao falar de sua internação por causa de covid, em agosto de 2021, Silvio disse não se lembrar. "Dizem que fui hospitalizado, mas não lembro". Mas confirma que está plenamente recuperado. "Hoje está tudo ótimo. Vou até gravar".

Por fim, Turchetti tenta fazer um paralelo entre a volta de Silvio ao SBT agora em 2022 e a que ocorreu em 1988, após uma bateria de exames nos Estados Unidos ter detectado um problema em suas cordas vocais. O repórter diz que o apresentador recebeu um diagnóstico de câncer na garganta, o que não ocorreu. "Foi boato. Felizmente, não tive".

É neste momento que Silvio tem uma reação muito curiosa e pergunta ao repórter: "Você trabalha em qual estação?"