Raquel Landim

Raquel Landim

Siga nas redes
Só para assinantesAssine UOL
Reportagem

Lira diz que só vota PEC da Anistia aos partidos se Pacheco concordar

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, afirmou a interlocutores que só vota a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Anistia, que livra os partidos de pagarem multas por descumprirem a cota de repasse de recursos a candidaturas de negros e mulheres, se o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, concordar.

Segundo apurou a coluna, Lira está irritado com a possibilidade de mais um tema impopular recair sobre sua imagem e já disse que, apesar de estar na pauta da Câmara, a PEC da Anistia só vai a votação depois de um posicionamento de Pacheco. Interlocutores do presidente do Senado afirmaram que não existe esse compromisso e que Pacheco já se manifestou contrário à anistia nas últimas semanas.

A PEC da Anistia foi incluída na pauta de votação depois de um acordo na reunião de líderes nesta terça-feira (18) e a pedido da deputada Renata Abreu (Podemos). Todos os partidos políticos, com exceção do PSOL, se posicionaram a favor da anistia, alegando que não tem como pagar as multas estabelecidas pelo Tribunal Superior Eleitoral.

A proposta retira punições para legendas que não cumpriram a cota de recursos públicos para candidaturas de acordo com critérios de cor e gênero. O texto também deixa de responsabilizar os partidos por falhas em prestações de conta, além de abrir brecha para que a cota de 30% de candidaturas femininas seja descumprida.

Reportagem

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Deixe seu comentário

Só para assinantes