PUBLICIDADE
Topo

Nenhuma indústria bélica vai investir sem redução de impostos, diz Taurus

Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo, que publicou aqui o primeiro post no dia 24 de junho de 2006, é colunista da Folha e âncora do programa “O É da Coisa”, na BandNews FM. No UOL, Reinaldo trata principalmente de política; envereda, quando necessário — e frequentemente é necessário —, pela economia e por temas que dizem respeito à cultura e aos costumes. É uma das páginas pessoais mais longevas do país: vai completar 13 anos no dia 24 de junho.

Colunista do UOL

27/01/2020 11h56

Com a atual tributação sobre a indústria bélica, nenhuma empresa estrangeira vai querer fabricar no Brasil. Essa é a opinião de Salésio Nuhs, presidente da Taurus, maior fabricante de armas de pequeno porte no Brasil, em resposta à proposta do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).

Na manhã deste domingo (26), Eduardo defendeu a entrada de fabricantes estrangeiros de armamentos no país, dizendo que o monopólio virtual da Taurus no mercado faz com que as armas tenham preços altos no Brasil, o que restringe o acesso da população a elas.

"Eu não quero falir a Taurus, quero apenas que haja concorrência para aumentar a qualidade e baixar o preço", disse Eduardo, que afirmou ter conversado com a suíça Sig Sauer e a italiana Beretta sobre investimentos no Brasil.(...)

Na Folha.

Reinaldo Azevedo