PUBLICIDADE
Topo

Vale fecha ano da tragédia de Brumadinho com prejuízo de R$ 6,7 bilhões

Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo, que publicou aqui o primeiro post no dia 24 de junho de 2006, é colunista da Folha e âncora do programa “O É da Coisa”, na BandNews FM. No UOL, Reinaldo trata principalmente de política; envereda, quando necessário — e frequentemente é necessário —, pela economia e por temas que dizem respeito à cultura e aos costumes. É uma das páginas pessoais mais longevas do país: vai completar 13 anos no dia 24 de junho.

Colunista do UOL

20/02/2020 23h15

A Vale fechou 2019 com prejuízo de R$ 6,7 bilhões, provocado principalmente pelos gastos e provisões para indenizações e remediação de danos da tragédia de Brumadinho (MG), que deixou 270 mortos em janeiro daquele ano.

Foi o segundo prejuízo da mineradora em um período de 20 anos. Em 2018, a Vale havia registrado lucro de R$ 25,6 bilhões.

O prejuízo foi provocado por provisões e despesas relacionadas ao desastre, que devem custar à empresa R$ 28,8 bilhões. Deste total, R$ 18,5 bilhões são para remediação e R$ 10,3 bilhões para descaracterizar barragens semelhantes à que se rompeu.(...)

Leia íntegra na Folha.

Reinaldo Azevedo