PUBLICIDADE
Topo

Aneel e estados suspendem contas de luz e água de clientes de baixa renda

Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo, que publicou aqui o primeiro post no dia 24 de junho de 2006, é colunista da Folha e âncora do programa “O É da Coisa”, na BandNews FM. No UOL, Reinaldo trata principalmente de política; envereda, quando necessário — e frequentemente é necessário —, pela economia e por temas que dizem respeito à cultura e aos costumes. É uma das páginas pessoais mais longevas do país: vai completar 13 anos no dia 24 de junho.

Colunista do UOL

26/03/2020 14h05

Para conter o impacto financeiro na vida das pessoas e mitigar os efeitos econômicos da paralisação das atividades em decorrência do coronavírus, diversos órgãos reguladores já começaram a flexibilizar o pagamento de contas primárias, como água, energia, luz, gás e telefone.

Na quinta-feira (19), o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou a suspensão da cobrança de tarifa de água para a população de baixa renda que paga a tarifa social e de tributos da dívida ativa estadual para todos os devedores.

A medida é válida a partir de abril, tem duração de 90 dias e deve atingir 506 mil pessoas, segundo o governo do estado.

Em Minas Gerais, o governador, Romeu Zema (Novo), anunciou nesta segunda feira (23) que a estatal mineira Cemig vai flexibilizar o pagamento das contas de luz e fornecer energia para todos os clientes baixa renda cadastrados com a tarifa social, além de hospitais filantrópicos e públicos e unidades de pronto atendimento até o dia 30 de abril. (...)

Leia íntegra no Estadão.

Reinaldo Azevedo