PUBLICIDADE
Topo

Sem público presente, Papa dará benção especial e perdão nesta sexta

Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo, que publicou aqui o primeiro post no dia 24 de junho de 2006, é colunista da Folha e âncora do programa “O É da Coisa”, na BandNews FM. No UOL, Reinaldo trata principalmente de política; envereda, quando necessário — e frequentemente é necessário —, pela economia e por temas que dizem respeito à cultura e aos costumes. É uma das páginas pessoais mais longevas do país: vai completar 13 anos no dia 24 de junho.

Colunista do UOL

27/03/2020 13h10

Com templos fechados no mundo todo, o papa Francisco convocou para esta quarta-feira, 25, uma oração universal do pai-nosso, para a qual pediu apoio de todas as igrejas cristãs e confissões religiosas. Além disso, na sexta-feira, 27, fará uma declaração universal em que destacará o perdão espiritual para as pessoas que combatem o novo coronavírus, para as que morreram em decorrência da doença e para as que rezam por todos.

"Na sexta, darei a Bênção Urbi et Orbi (à cidade do Roma e ao mundo, normalmente usada na Páscoa e no Natal), à qual será acompanhada a possibilidade de receber a Indulgência plenária. Queremos responder à pandemia com a universalidade da oração, da compaixão, da ternura. Permaneçamos unidos. Façamos com que as pessoas mais sozinhas e em maiores provações sintam a nossa proximidade", afirmou Francisco no sábado, 21. (...)

Leia íntegra no Estadão.

Reinaldo Azevedo