PUBLICIDADE
Topo

Maia diz que cronograma do governo para os R$ 600 não parece emergencial

Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo, que publicou aqui o primeiro post no dia 24 de junho de 2006, é colunista da Folha e âncora do programa “O É da Coisa”, na BandNews FM. No UOL, Reinaldo trata principalmente de política; envereda, quando necessário — e frequentemente é necessário —, pela economia e por temas que dizem respeito à cultura e aos costumes. É uma das páginas pessoais mais longevas do país: vai completar 13 anos no dia 24 de junho.

Colunista do UOL

31/03/2020 19h10

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta terça-feira (31) que o calendário estabelecido pelo governo para o pagamento do auxílio de R$ 600 não parece o de um apoio emergencial.

Maia fez as declarações antes do início de uma sessão virtual na qual os deputados apreciarão projetos de enfrentamento ao coronavírus, como a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que segrega o orçamento e o texto que adia a declaração do Imposto de Renda.

Segundo o Ministério da Cidadania, o auxílio emergencial deve ser liberado primeiro para quem recebe o Bolsa Família. Esse grupo já está na base de dados do governo, o que agiliza o repasse.

A previsão é que o calendário de pagamentos do Bolsa Família comece em 16 de abril.(...)

Leia íntegra na Folha.

Reinaldo Azevedo