PUBLICIDADE
Topo

Reinaldo Azevedo

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Empresa que negocia vacina da Índia com o governo é investigada no DF

Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo, que publicou aqui o primeiro post no dia 24 de junho de 2006, é colunista da Folha e âncora do programa "O É da Coisa", na BandNews FM. No UOL, Reinaldo trata principalmente de política; envereda, quando necessário - e frequentemente é necessário -, pela economia e por temas que dizem respeito à cultura e aos costumes. É uma das páginas pessoais mais longevas do país: vai completar 13 anos no dia 24 de junho.

Colunista do UOL

24/02/2021 16h39

Representante da vacina indiana Covaxin no Brasil, a empresa Precisa Medicamentos é investigada na operação Falso Negativo, do Ministério Público no Distrito Federal (MPDFT), que apura se houve fraude na venda de testes rápidos para covid-19 ao governo local. Segundo denúncia apresentada em agosto contra a cúpula da Secretaria de Saúde do governo de Ibaneis Rocha (MDB), a empresa foi beneficiada em contrato de cerca de R$ 21 milhões.

O Ministério Público narra que a empresa foi declarada vencedora em uma disputa mesmo apresentando proposta fora do prazo. Durante a negociação, a Secretaria de Saúde do DF ainda desfez a autorização que permitia outras duas empresas participarem do certame, mas manteve a representante da Covaxin, "muito embora ela também tivesse descumprido o prazo de 24 horas para entrega dos testes rápidos", dizem os promotores. Embora não tenha sido alvo de denúncia apresentada no ano passado, a empresa é investigada na operação. (...) Leia íntegra no Estadão.