PUBLICIDADE
Topo

Reinaldo Azevedo

Delegado afastado da PF reforça que Salles atuou a favor de madeireiros

21/04/2021 17h15

Após 11 anos trabalhando na Amazônia, a última semana do delegado da Polícia Federal Alexandre Saraiva foi, sem dúvidas, uma das mais tumultuadas. Na terça-feira (14), ele enviou uma notícia-crime contra o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e o senador Telmário Mota (PROS-RR) por favorecimento a madeireiros. No dia seguinte, a PF anunciou sua substituição no cargo de superintendente do órgão no Amazonas.

Em entrevista ao GLOBO, Saraiva reforça que denunciou Salles por entender que ele estaria atuando a favor de madeireiros e diz que nunca havia presenciado algo assim durante seus quase 18 anos na Polícia Federal. (...) Leia íntegra n'O Globo.