PUBLICIDADE
Topo

Reinaldo Azevedo

MPF pede condenação de Weintraub por falas sobre universidades públicas

22/04/2021 12h48

O Ministério Público Federal entrou com ação de improbidade administrativa contra o ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, em razão de 'ataques' às universidades públicas brasileiras com declarações 'dolosamente incorretas ou distorcidas que tiveram o claro propósito de desacreditar o serviço prestado pelas instituições de ensino'.

"O aporte de recursos, investimentos em pesquisas, oferta de bolsas a acadêmicos, por parte de organismos internacionais ou instituições congêneres estrangeiras, depende sobretudo da boa imagem das instituições de ensino, notadamente as de graduação, o que deve ser objeto de defesa pelo Ministério da Educação. No entanto, quando um Ministro de Estado ataca deliberadamente as instituições públicas que ele deveria representar, depreende-se de sua conduta claro dano à imagem e à dignidade das comunidades que as compõem e, portanto, nítida violação dos princípios da moralidade e da lealdade às instituições, aos quais se sujeita o agente público", registrou a Procuradoria na ação de 31 páginas enviada à 3 ª Vara de Justiça federal do Distrito Federal. (...) Leia íntegra no Estadão.