PUBLICIDADE
Topo

Reinaldo Azevedo

Jacarezinho: Defensoria diz que locais de crime foram desfeitos sem perícia

06/05/2021 20h12

A Defensoria Pública afirmou nesta quinta-feira (25) que alguns dos locais em que ocorreram as 25 mortes na favela do Jacarezinho após operação policial foram desfeitos antes da realização de perícia da Divisão de Homicídios.

A defensora pública Maria Júlia Miranda, do Núcleo de Defesa dos Direitos Humanos, que esteve no local, afirmou que houve alteração da cena do crime em ao menos três pontos. Duas delas ocorreram dentro de residências e outra num beco em que um homem foi morto, segundo ela, numa cadeira de plástico. (...) Leia íntegra na Folha.