PUBLICIDADE
Topo

Reinaldo Azevedo

Fiocruz descumpre promessa e só produz 1 de cada 6,5 doses aplicadas

10/05/2021 18h32

Ao justificar os atrasos e as seguidas revisões nas promessas de produção e de entrega de vacinas Oxford/AstraZeneca, a Fiocruz "terceiriza" a responsabilidade pelos problemas. Em nenhum momento, a instituição não admite ter sido excessivamente otimista em suas previsões ou subdimensionado as dificuldades que enfrentaria para cumprir o que prometeu desde o fechamento do acordo com a farmacêutica AstraZeneca, em julho de 2020.

A presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima, não quis dar entrevista para esta reportagem, alegando falta de espaço na agenda. Mas o Estadão compilou as explicações apresentadas pela Fiocruz e de seus dirigentes nos últimos meses, para as revisões em série nas projeções de produção e entrega de vacinas. (...) Leia íntegra no Estadão.