PUBLICIDADE
Topo

Reinaldo Azevedo

Bolsonaro já defendeu "porrada" e "pau de arara" pra quem se calasse em CPI

18/05/2021 12h50

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que hoje vê aliados irem ao STF (Supremo Tribunal Federal) para ficarem em silêncio na CPI da Covid, já defendeu tortura para um depoente que invocou o direito em uma comissão parlamentar de inquérito negativa para Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

"Dá porrada no Chico Lopes. Eu até sou favorável que a CPI, no caso do Chico Lopes, tivesse pau de arara lá. Ele merecia isso: pau de arara. Funciona! Eu sou favorável à tortura, tu sabe disso. E o povo é favorável a isso também", disse Bolsonaro em uma entrevista em 1999. (...) Leia íntegra na Folha.