PUBLICIDADE
Topo

Reinaldo Azevedo

Lewandowski nega a secretária da Saúde direito de ficar em silêncio em CPI

18/05/2021 19h42

O ministro Ricardo Lewandowski, do STF (Supremo Tribunal Federal) negou, nesta terça-feira (18), um pedido de habeas corpus de Mayra Pinheiro, secretária do Ministério da Saúde conhecida de ficar em silêncio à CPI da Covid. O depoimento da secretária, conhecida como "capitã cloroquina" marcado para a próxima quinta (20).

A defesa da secretária pediu a Lewandowski o direito de não se autoincriminar, que por extensão garante a possibilidade de não responder a perguntas que se configurem nessa situação. Para o ministro, porém, Pinheiro "não demonstrou, de forma concreta e documentada", que corre algum risco de se autoincriminar, já que não é alvo de nenhuma sindicância, inquérito ou processo, seja administrativo ou criminal. (...) Leia íntegra no UOL.