PUBLICIDADE
Topo

Reinaldo Azevedo

Exército aponta erros mas livra militares por morte de paraquedista

11/06/2021 12h32

Uma sequência de três erros cometidos por dois mestres de salto sem qualquer punição. Esse foi o resultado da investigação da Justiça Militar sobre a morte do paraquedista Pedro Chaves, 19, ocorrida há um ano.

A apuração conduzida pelo Exército, com base em imagens do interior da aeronave, manuais de salto e depoimentos, chegou à conclusão de que, apesar das falhas apontadas, a morte foi uma "fatalidade". (...) Leia íntegra na Folha.