PUBLICIDADE
Topo

Reinaldo Azevedo

Kathlen: OAB vê alteração de cena do crime por PMs após sumiço de balas

11/06/2021 13h36

O tiro que atravessou o corpo de Kathlen Romeu, 24, morta em uma ação policial na última terça-feira (8) no Complexo do Lins, zona norte do Rio, partiu da direção de onde estavam os policiais militares, disse hoje o advogado Rodrigo Mondego, da Comissão de Direitos Humanos da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).

"A bala veio da direção de onde estavam os policiais", disse Mondego. O defensor, que acompanha na Delegacia de Homicídios da Capital o depoimento da avó de Kathlen, disse ainda que houve fraude processual por causa do sumiço dos projéteis disparados pelos agentes no local e defendeu uma reprodução simulada no local do crime. (...) Leia íntegra no UOL.