PUBLICIDADE
Topo

Tales Faria


Não foi Bolsonaro quem postou; ele não compararia agora o STF a hienas

28.10.2019 - No vídeo, o STF é comparado a uma hiena que ameaça o presidente da República - reprodução
28.10.2019 - No vídeo, o STF é comparado a uma hiena que ameaça o presidente da República Imagem: reprodução
Tales Faria

Tales Faria largou o curso de física para se formar em jornalismo pela UFRJ em 1983. Foi vice-presidente, publisher, editor, colunista e repórter de alguns dos mais importantes veículos de comunicação do país. Desde 1991 cobre os bastidores do poder em Brasília. É coautor do livro vencedor do Prêmio Jabuti 1993 na categoria Reportagem, ?Todos os Sócios do Presidente?, sobre o processo de impeachment de Fernando Collor de Mello. Participou, na Folha de S.Paulo, da equipe que em 1986 revelou o Buraco de Serra do Cachimbo, planejado pela ditadura militar para testes nucleares.

Colunista do UOL

28/10/2019 18h49

No seu melhor estilo, o presidente Jair Bolsonaro já distribuiu durante a viagem ao Oriente suas botinadas contra o presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández.

Disse, desnecessariamente, que não irá dar os parabéns ao eleito pela vitória, como é de praxe entre mandatários de nações amigas.

Mas tudo indica que Brasil e Argentina ainda são nações amigas, apesar de Bolsonaro e Fernández não rezarem pela mesma cartilha.

Nossos povos se respeitam independentemente da posição dos governantes.

A agressividade de Bolsonaro já faz parte de sua biografia.

Mas aí eis que surgiu nesta segunda-feira no Twitter uma nova manifestação agressiva do presidente, que desta vez passou da conta.

Nessa sua postagem aparece um vídeo em que Bolsonaro estaria se comparando a um leão cercado por hienas.

Inscrições sobre os animais do vídeo apontam as hienas como sendo o PSL, a CUT, partidos de oposição, como PT e PCdoB, e veículos de imprensa. Aqueles a quem Bolsonaro odeia.

O arco de adversários é ampliado para outras "hienas", umas mais, outras menos explícitas: OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), MBL (Movimento Brasil Livre), Lei Rouanet, Organização das Nações Unidas (ONU) e Greenpeace.

Por fim o vídeo postado no endereço de Bolsonaro no Twitter extrapola. Inclui também o STF (Supremo Tribunal Federal) entre as hienas ameaçadoras contra o presidente.

Nesse momento em que o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente, mais precisa do STF para manter em suspenso as investigações contra ele, seria uma insanidade Bolsonaro sair xingando de hienas os ministros da Corte.

É evidente que não foi o presidente Bolsonaro quem cometeu essa postagem.

O principal suspeito é seu filho Carlos.

Aquele que outro dia admitiu ter postado no endereço do pai, sem autorização, críticas à possibilidade de o STF derrubar a prisão logo após a condenação em 2ª instância dos acusados.

Assim como Carlos apagou aquela postagem, a de agora também já foi apagada.

Em tempo: a mensagem continha outra, digamos, impropriedade: o leão do vídeo estava velho e alquebrado.

Talvez Bolsonaro também não tenha gostado disso.

Assista ao vídeo:

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL