PUBLICIDADE
Topo

Alcolumbre diz que Congresso apoia que Bolsonaro traga brasileiros da China

Tales Faria

Tales Faria largou o curso de física para se formar em jornalismo pela UFRJ em 1983. Foi vice-presidente, publisher, editor, colunista e repórter de alguns dos mais importantes veículos de comunicação do país. Desde 1991 cobre os bastidores do poder em Brasília. É coautor do livro vencedor do Prêmio Jabuti 1993 na categoria Reportagem, ?Todos os Sócios do Presidente?, sobre o processo de impeachment de Fernando Collor de Mello. Participou, na Folha de S.Paulo, da equipe que em 1986 revelou o Buraco de Serra do Cachimbo, planejado pela ditadura militar para testes nucleares.

Colunista do UOL

02/02/2020 12h52

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse ao blog que o Congresso dará "total apoio" se presidente da República, Jair Bolsonaro, precisar editar uma medida provisória para trazer os brasileiros da China sob suspeita de terem contraído o coronavírus.

Mas Alcolumbre acredita que não há necessidade de MP ou mesmo projeto de lei.

"Tenho certeza de que a Câmara e o Senado trabalharão para agilizar, se precisar votar uma lei em regime de urgência. Também se o governo precisar editar uma medida provisória. É uma decisão estratégica e se o presidente precisar, terá nosso total e irrestrito apoio. Mas acho que não precisa chegar a esse ponto", disse Alcolumbre.

Bolsonaro declarou na sexta-feira que estuda trazer os brasileiros, mas que havia duas dificuldades. Uma, orçamentária, já que seria preciso mandar aviões para fazer o transporte. Outra, legal, pois o Brasil não dispõe "de uma lei de quarentena".

Segundo Alcolumbre, o governo brasileiro pode simplesmente fretar aeronaves. "Isso não é um custo tão alto para o Brasil. São brasileiros e se pudermos fazer esse gesto, colocá-los em um quartel, uma base para cumprir essa quarentena não necessariamente precisa de uma lei. Precisa apenas de uma decisão do governo, sabendo que o Parlamento fará tudo para ajudar", afirmou.