PUBLICIDADE
Topo

"Aqui não vamos mudar um milímetro", diz o governador do Pará

Helder Barbalho, governador do Pará - Marcelo Camargo / ABr
Helder Barbalho, governador do Pará Imagem: Marcelo Camargo / ABr
Tales Faria

Tales Faria largou o curso de física para se formar em jornalismo pela UFRJ em 1983. Foi vice-presidente, publisher, editor, colunista e repórter de alguns dos mais importantes veículos de comunicação do país. Desde 1991 cobre os bastidores do poder em Brasília. É coautor do livro vencedor do Prêmio Jabuti 1993 na categoria Reportagem, ?Todos os Sócios do Presidente?, sobre o processo de impeachment de Fernando Collor de Mello. Participou, na Folha de S.Paulo, da equipe que em 1986 revelou o Buraco de Serra do Cachimbo, planejado pela ditadura militar para testes nucleares.

Colunista do UOL

16/04/2020 19h08

O governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), disse ao blog que, "torce firmemente" para que Nelson Teich, tenha sucesso no cargo de ministro da Saúde.

Mas, segundo ele, o novo ministro "só vai liderar a política de combate ao coronavírus nos estados se seguir a mesma linha do antecessor", Luiz Henrique Mandetta.

Barbalho é claro: "Se ele sair da lógica da ciência e do que determinam a Organização Mundial de Saúde e as entidades médicas, aí não nos liderará."

O governador sublinha que não tem procuração para falar pelos demais gestores estaduais. Mas deixa claro: "Posso dizer que, aqui no Pará, não mudaremos um milímetro na política de combate ao coronavírus com distanciamento social. Acho, sinceramente que este é o sentimento de boa parte dos governadores."

Quanto ao novo ministro, Barbalho diz ter "conhecimento de que é um médico de qualidade, muito respeitado". No entanto, acha que ainda é preciso tempo para avaliar o desempenho administrativa de Nelson Teich.

"São duas situações diferentes, como médico e como gestor. Vamos ter que esperar para ter uma avaliação melhor", argumenta.