PUBLICIDADE
Topo

Tales Faria

Eduardo Gomes desiste de concorrer a vice-presidente do Senado

O senador Eduardo Gomes (MDB-TO), líder do governo no Congresso, em sessão deliberativa - Marcos Oliveira/Agência Senado
O senador Eduardo Gomes (MDB-TO), líder do governo no Congresso, em sessão deliberativa Imagem: Marcos Oliveira/Agência Senado
Tales Faria

Tales Faria largou o curso de física para se formar em jornalismo pela UFRJ em 1983. Foi vice-presidente, publisher, editor, colunista e repórter de alguns dos mais importantes veículos de comunicação do país. Desde 1991 cobre os bastidores do poder em Brasília. É coautor do livro vencedor do Prêmio Jabuti 1993 na categoria Reportagem, ?Todos os Sócios do Presidente?, sobre o processo de impeachment de Fernando Collor de Mello. Participou, na Folha de S.Paulo, da equipe que em 1986 revelou o Buraco de Serra do Cachimbo, planejado pela ditadura militar para testes nucleares.

Chefe da Sucursal de Brasília do UOL

01/02/2021 10h56

O líder do governo no Congresso, Eduardo Gomes (MDB-TO), acaba de desistir de concorrer a vice-presidente do Senado.

Gomes argumenta que faz isso "em nome da unidade do partido nesses tempos tão conturbados".
Segundo o senador, ele está abrindo mão em favor da candidatura de Veneziano Vital do Rego (MDB-PB).

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE), também está candidato a vice-presidente da Casa. Terá que optar entre permanecer lider ou manter a candidatura à Mesa Diretora.

A vice-presidência na chapa encabeçada por Rodrigo Pacheco (DEM-MG) foi oferecida aos emedebistas pelo atual presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

A manobra serviu para esvaziar a candidatura a presidente do Senado da senadora Simone Tebet (MDB-MS). Mas Tebet resolveu manter-se na disputa como "candidata independente", ou seja, sem o aval oficial do partido.