Topo

UOL Confere

Uma iniciativa do UOL para checagem e esclarecimento de fatos

Loja da Havan não foi incendiada após reportagem da Folha de S.Paulo

Arte/UOL
Imagem: Arte/UOL

Lucas Borges Teixeira

Colaboração para o UOL, em São Paulo

31/10/2018 04h00

Um vídeo que circula pelos aplicativos de mensagem alega que uma loja da rede de departamentos Havan foi alvo de um incêndio criminoso. A informação é falsa. 

O motivo seria retaliação ao empresário Luciano Hang, dono da empresa, após seu nome ter sido citado em reportagem do jornal Folha de S.Paulo sobre empresários envolvidos em um esquema de disparos de mensagens em massa no WhatsApp, em campanha contra o PT, para promover votos em Jair Bolsonaro (PSL).

O vídeo de 15 segundos mostra uma réplica da Estátua da Liberdade, símbolo da Havan, com uma cortina de fumaça de incêndio ao fundo. É divulgada a seguinte mensagem: “Empresário da Havan, após ter sido citado pela Folha de São Paulo (sic) em ter financiado Bolsonaro, fato que não foi provado e até o empresário já está nas redes sociais dizendo que vai processar a Folha de São Paulo (sic), coincidentemente um de seus estabelecimentos está sendo consumido por incêndio!” 

FALSO: Loja da Havan não sofreu incêndio criminoso

A loja da Havan não foi incendiada de maneira criminosa. Apesar de o vídeo mostrar uma imagem real, as chamas vêm de uma indústria farmacêutica que fica perto da loja.

O incêndio em questão foi em uma fábrica da farmacêutica EMS, em Hortolândia (130 km de São Paulo), na tarde do último dia 20. De acordo com a farmacêutica, o incidente se iniciou no centro de pesquisa e desenvolvimento da unidade.

As lojas Havan se tornaram alvo do boato porque uma de suas unidades fica a cerca de 1 km da fábrica da EMS. Ao passar por ali, algumas pessoas registraram o incêndio de grandes proporções, com a réplica da Estátua da Liberdade em quadro.

Ao UOL, a assessoria de imprensa da Havan confirmou que o fogo não foi em sua loja. Também afirmou não ter divulgado uma nota de esclarecimento sobre o boato porque o incêndio "não teve nada a ver" com eles. A equipe informou ainda que a unidade da rede de departamentos fica à direita da estátua, e não à esquerda, de onde vêm as chamas no vídeo.

O UOL Confere é uma iniciativa do UOL para combater e esclarecer as notícias falsas na internet. Se você desconfia de uma notícia ou mensagem que recebeu, envie para uolconfere@uol.com.br.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Newsletters

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero receber

Mais UOL Confere