Daniela Lima não disse que TSE 'roubou' as eleições para dar vitória a Lula

Um vídeo publicado nas redes sociais distorce uma fala da jornalista Daniela Lima, da GloboNews, dando a entender que ela afirmou que a vitória de Lula nas eleições de 2022 foi fruto de uma fraude do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

A fala foi extraída do programa Central GloboNews, mas a jornalista estava dando um exemplo de conteúdo falso usado pelos apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro para sugerir que as eleições foram irregulares.

O UOL Confere considera distorcidos conteúdos que usam informações verdadeiras em contexto diferente do original, alterando seu significado de modo a enganar e confundir quem os recebe.

O que diz o post

Uma publicação no Instagram reproduz uma fala de Daniela Lima: "Bolsonaro na verdade ganhou a eleição e tudo foi roubado pelo TSE. Olha quanta gente Bolsonaro bota na rua; e o Lula, vive sozinho, tudo esvaziado".

A publicação sugere ainda que a exibição dessa declaração foi fruto de um vazamento de uma conversa que não deveria ir ao ar. "Eles não sabiam que estava com microfone ligado veja o que ela falou?? A Globo escancarou tudo", dizem os textos sobrepostos às imagens.

Por que é distorcido

Fala não foi vazada. A publicação reproduz um trecho do programa Central GloboNews, em edição exibida na televisão em 2 de maio e atualmente disponível no serviço de streaming GloboPlay (aqui). Além disso, a própria emissora reproduziu as declarações de Daniela Lima em seu perfil nas redes sociais (aqui e abaixo).

Continua após a publicidade

Jornalista não disse que eleições foram roubadas. Os integrantes do programa comentavam a baixa adesão de um ato que as centrais sindicais realizaram em São Paulo para homenagear o Dia do Trabalhador, em 1º de maio, do qual Lula participou. Segundo Daniela, a falta de mobilização popular do presidente é usada pelos apoiadores de Bolsonaro para sugerir falsamente que o petista não teve maioria nas urnas. "Um dos pilares das fake news de que Bolsonaro, na verdade, ganhou as eleições e houve uma fraude do TSE [para dar a vitória a Lula] era o quê? Olha quanta gente Bolsonaro bota na rua, e olha [quanta gente coloca] o Lula vive sozinho. Tudo esvaziado", diz ela. A frase inicial não está no trecho reproduzido no post desinformativo.

Não houve fraude nas urnas em 2022. Lula foi eleito com 50,88% dos votos válidos, contra 49,12% de Bolsonaro, na disputa presidencial mais acirrada desde a redemocratização. Os resultados das foram assegurados não apenas pelo TSE, mas também pelo relatório produzido pelo Ministério da Defesa a partir da fiscalização das urnas eletrônicas (aqui) e por observadores internacionais destacados pela OEA (Organização dos Estados Americanos) para acompanhar a votação brasileira (aqui).

Viralização: Um post com o vídeo desinformativo no Instagram tinha, até esta quinta-feira (6), 238 mil visualizações.

Esse conteúdo também foi checado por AFP (aqui), Estadão Verifica (aqui) e Lupa (aqui).

Sugestões de checagens podem ser enviadas para o WhatsApp (11) 97684-6049 ou para o email uolconfere@uol.com.br.

Fabíola Cidral conta como reconhecer logo de cara uma fake news

UOL Confere

O UOL Confere é uma iniciativa do UOL para combater e esclarecer as notícias falsas na internet. Se você desconfia de uma notícia ou mensagem que recebeu, envie para uolconfere@uol.com.br.

Deixe seu comentário

Só para assinantes