UOL Notícias Cotidiano
 

20/01/2009 - 07h20

Renascer encara desabamento como desígnio celestial e tenta evitar desunião

Rodrigo Bertolotto
Do UOL Notícias
Em São Paulo
Bispos oram nos hospitais atrás de um milagre para os feridos graves. Pastores amparam familiares e monitoram o número de altas. Com uma tarja preta no alto da tela, programas da Rede Gospel clamavam ao Senhor para que transforme a provação em bênção.

  • Rubens Cavallari/Folha Imagem

    Familiar lamenta mortes de mãe e filha durante o enterro delas

  • Fernando Donasci/Folha Imagem

    O bispo e deputado federal Geraldo Tenuta dá entrevista

A Renascer em Cristo tenta superar o desabamento que vitimou nove pessoas em sua sede na avenida Lins de Vasconcelos, no bairro do Cambuci, com o discurso bíblico com o qual está habituada.

A reportagem do UOL acompanhou nesta segunda o culto noturno na unidade de Santo Amaro. O bispo Gabriel Correia comandou a cerimônia em que lembrou o desabamento em um discurso. "Temos que viver todos os dias como se fosse o último. Eu não estou falando isso porque pessoas faleceram ou porque a Lins está lá destruída", proclamou em sua fala.

"Eu tenho que pregar pela última vez. Vocês têm que orar como se fosse a última. Vamos orar como se fosse o último dia. E se esse teto caísse na sua cabeça agora? E se ele caísse? Irmãos, se eu pudesse escolher um lugar para morrer, eu escolheria a Lins de Vasconcelos", afirmou no trecho mais forte de sua mensagem a cerca de uma centena de pessoas presentes no antigo galpão transformado em templo.

Ele contou ainda para os presentes que passou a tarde no velório de mãe e filha mortas com a queda do telhado do templo. O ritual continuou com o altar lotado, com dançarinas, uma banda e um coro de voz. O bispo andava de um lado para o outro, segurando a cabeça das pessoas.

O culto lembra um show sob o comando do religioso, que pede para os músicos reduzirem o volume para ele começar a pregação. Novo comando de voz, e a canção embala em altos brados com direito a final apoteótico, sonoridade hipnótica e várias garotas da platéia chorando.

O bispo Correia elogiou o esforço no resgate das vítimas: "Vi lá na Lins verdadeiros valentes de Davi. Vi caras de leão."

Na programação da Rede Gospel, canal ligado à Renascer, o máximo líder no país após a detenção do casal Hernandes nos EUA, o bispo Geraldo Tenuta Filho (deputado federal pelo DEM) lembrou que os pastores viraram à noite no amparo às famílias e pediram uma oração para salvar os quatro feridos que estavam em estado grave. Também participando do programa, o bispo José Bruno falou em desígnio divino para classificar a queda da cobertura na noite de domingo.

A hierarquia da Renascer pede união entre fiéis nesse momento que seus bispos chamam de "hora da provação". E isso se reflete nas celebrações diárias. "Todo mundo vem aqui na frente que agora precisamos união", clamou o bispo Correia no início da cerimônia de Santo Amaro.


Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host