UOL Notícias Cotidiano
 

17/04/2009 - 08h28

Prefeitura do Rio adere ao programa Minha Casa, Minha Vida

Nielmar de Oliveira
Da Agência Brasil
No Rio de Janeiro
A prefeitura do Rio de Janeiro firma hoje (17) o termo de adesão do município ao programa Minha Casa, Minha Vida, lançado pelo governo federal com o objetivo de construir 1 milhão de moradias. Serão beneficiadas famílias que ganham até dez salários mínimos.

Segundo informações da assessoria de imprensa da prefeitura, no município a meta é construir 100 mil moradias nos próximos quatro anos, com subsídio, menores prazos no licenciamento das obras, isenção de impostos, análise de crédito e seguro para as famílias que ganham até três salários mínimos - faixa que concentra 90,9% do déficit habitacional no país.

Participam da cerimônia o prefeito Eduardo Paes, o secretário municipal de Habitação, Jorge Bittar, a presidente da Caixa, Maria Fernanda Ramos Coelho, e a secretária nacional de Habitação do Ministério das Cidades, Inês Magalhães.

Na última quarta-feira (15), a prefeitura de Queimados, na Baixada Fluminense, assinou o termo de adesão ao programa. No município, serão financiadas casas populares com prestações a partir de R$ 50 para quem recebe até três salários mínimos (R$ 1.395).

O programa Minha Casa, Minha Vida dará prioridade às cidades com mais de 100 mil habitantes. O valor do imóvel, segundo informações da Caixa Econômica Federal, parceira do governo federal no empreendimento, vai variar de acordo com o porte do município.

O investimento total estimado para o programa é de R$ 60 bilhões, sendo R$ 34 bilhões em subsídios, o que deverá gerar cerca de 800 mil novos empregos somente este ano.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h39

    -0,18
    3,162
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h47

    -0,67
    65.229,37
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host