UOL Notícias Cotidiano
 

03/12/2009 - 13h07

Itabuna (BA) cancela carnaval fora de época por causa da dengue

Heliana Frazão
Especial para o UOL Notícias
Em Salvador
A Prefeitura de Itabuna (426 km de Salvador) decidiu cancelar o Carnaval antecipado na cidade em razão de um surto de dengue na região. O evento aconteceria em janeiro e é um dos mais populares do sul da Bahia.

Segundo o prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo (DEM), aglomeração provocada pela festa levaria a cidade ao risco de uma nova epidemia. No início de novembro a prefeitura decretou estado de emergência devido ao elevado índice de infestação predial de 10,9%, apontado no último Levantamento de Índices Rápidos de Aedes aegypti (Liraa). Na ocasião, o Capitão Azevedo convocou a Defesa Civil para ajudar no controle da situação.

Passado um mês do início das ações, o índice de infestação em Itabuna caiu para 10,7%. Embora o índice seja cerca de 25% menor do que o registrado em janeiro de 2009, ainda é considerado elevado. O índice aceitável pela Organização Mundial de Saúde e pelo Ministério da Saúde é de até 1%.

Na semana passada, ao comentar os resultados do Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti 2009, o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, incluiu três municípios baianos entre aqueles em risco de surto da doença. Itabuna estava entre eles, ao lado da vizinha Ilhéus e de Camaçari, este último localizado na Região Metropolitana de Salvador.

O prefeito planeja transferir para julho a micareta - o carnaval fora de época -, logo após os festejos juninos, em meio às comemorações do centenário da cidade.

"Pretendemos transferir a comemoração para o período de festejos dos 100 anos. No momento nossa atenção está voltada exclusivamente para a prevenção de um surto de dengue", disse o prefeito. O município chegou a ostentar o título de campeão nacional da doença, em números proporcionais ao contingente populacional.

O Capitão Azevedo assegurou que serão adotadas medidas para garantir um controle eficiente da dengue e a redução dos índices de infestação, ações que se respaldam no decreto de situação de emergência, assinado no dia 5 de novembro. As medidas incluem a ampliação das visitas domiciliares realizadas pelos agentes de saúde. O prefeito disse ainda tentar aprovar na Câmara de Vereadores um projeto de lei obrigando os proprietários de imóveis a manter seus reservatórios de água cobertos.

Segundo dados oficiais, o carnaval de Itabuna atrai em média 150 mil pessoas por noite, entre turistas e moradores da região. O carnaval fora de época acontece no centro da cidade ocupando as duas suas principais avenidas, Azis Maron e Mario Padre.

Meningite na capital
Na capital, Salvador, o temor é pelo aumento nos casos de meningite, sobretudo a meningocócia - forma mais letal da doença - que já matou 48 pessoas este ano na Bahia, 25 em Salvador, Somando as outras formas da meningite, já foram 128 mortes no Estado só este ano.

Os números têm provocado uma correria de pais às clinicas particulares em busca de vacina para os a razão os seus filhos. A dose custa em média R$ 100. Por essa razão o governador Jaques Wagner anunciou a aquisição de um lote com 1,5 milhão de doses da vacina para imunizar crianças entre 0 e 5 anos, um investimento de R$ 36 milhões. Num primeiro momento, apenas as crianças de Salvador, região metropolitana e Porto Seguro serão atendidas pelo primeiro lote da vacina.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,89
    4,165
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h26

    0,18
    104.489,56
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host