UOL Notícias Cotidiano
 

25/01/2010 - 20h01

Anac redistribui autorizações de pouso e decolagem para aeroporto de Congonhas

Alex Rodrigues
Da Agência Brasil
Em Brasília
Cinco empresas aéreas vão concorrer à distribuição das novas autorizações para pouso e decolagens, os chamados slots, no aeroporto de Congonhas, o mais rentável do país. A redistribuição dos slots, que não estavam sendo usados, será feita pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), na próxima segunda-feira (1º).

Segundo a agência, Azul, Gol/Varig (que pertencem ao mesmo grupo), NHT, OceanAir, TAM e Webjet foram habilitadas para participar da redistribuição de 355 slots ociosos. A seleção será aberta ao público e acontecerá a partir das 14h, no auditório da agência, próximo ao terminal 2 do Aeroporto Internacional de Brasília.

Anteriormente, em dezembro, a Anac havia anunciado que seriam redistribuídos 412 horários. Segundo a assessoria, este número foi alterado após a Gol reaver, na Justiça, 15 slots. Além disso, 42 autorizações não serão concedidas para não extrapolar o limite de movimento/hora.

Atualmente, apenas quatro companhias operam em Congonhas: Gol/Varig, OceanAir, Pantanal e TAM. De acordo com a Anac, a redistribuição dos slots deverá beneficiar os usuários. Com mais três empresas (Azul, NHT e Webjet) usando o aeroporto, o passageiro terá mais opções de rotas e horários. Além disso, com a maior concorrência, os preços das passagens podem baixar.

A agência garante que a chegada de mais três empresas no aeroporto não irá comprometer a segurança já que os limites de movimentação estabelecidos em 2007, durante o chamado "apagão aéreo", serão mantidos: 30 movimentos/hora para a aviação regular e quatro movimentos/hora para a aviação geral (aviões particulares, táxi-aéreo).

Tanto as empresas que já operam quanto as que pretendem começar a operar em Congonhas poderão escolher seus slots. A ordem das empresas é definida via sorteio. Entre as companhias que já utilizam Congonhas, a primeira a poder escolher um horário de pouso e outro de decolagem (um par de slots) e a frequência destes voos durante a semana será a OceaAir. Em seguida, virão a Gol/Varig e a TAM.

A ordem entre as empresas que ainda não operam em Congonhas ainda vai ser definida. Após a escolha dos slots, as companhias aéreas terão 30 dias para iniciar os voos, do contrário os slots serão redistribuídos em uma nova sessão.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    -0,68
    4,095
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h25

    1,98
    103.831,92
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host