UOL Notícias Cotidiano
 
29/07/2010 - 10h55

PM que matou por confundir furadeira com arma é indiciado por homicídio

Do UOL Notícias*
Em São Paulo

A Polícia Civil do Rio de Janeiro finalizou o inquérito sobre a morte do supervisor de supermercados Hélio Ribeiro e indiciou o cabo Leonardo Albarello por homicídio doloso. Durante uma operação do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), no Andaraí, zona norte, o agente confundiu a furadeira da vítima com uma arma e atirou.

O inquérito foi encaminhado ao Ministério Público, que decidirá se apresenta denúncia contra o cabo. Se a acusação for recebida pela Justiça, ele se torna réu em ação penal e vai a júri popular.

O crime ocorreu em uma vila de classe média no Andaraí, que fica em um dos acessos ao morro, durante uma incursão do Bope na busca por traficantes, que supostamente estariam no local. A distância entre o atirador o supervisor era de 30 metros. O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral Filho, prometeu conceder uma pensão à família do supervisor.

A operação do Bope tinha como objetivo ocupar o morro para a instalação de uma UPP (Unidade de Polícia Pacificadora), que foi inaugurada ontem. É a décima da cidade. Um ônibus israelense equipado com cinco câmeras de segurança foi utilizado na operação.

*Com informações da Agência Estado
 

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h19

    0,07
    3,268
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h26

    1,57
    63.643,57
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host