Giro UOL traz os destaques da manhã desta sexta, 31/03, para você; ouça

Thomaz Molina

Do UOL, em São Paulo

Divulgação/TSE
Divulgação/TSE

Indicado por Temer nega vínculo

Nomeado ontem por Michel Temer para o posto de ministro do TSE, o advogado Admar Gonzaga nega ter vínculo com o presidente, que pode depender de um voto dele para continuar no poder. Com atuação de mais de 20 anos no direito eleitoral - tendo inclusive trabalhado na campanha de Dilma Rousseff e Temer de 2010 -, Gonzaga assume o posto de Henrique Neves em 17 de abril. Ele deve participar do julgamento da chapa Dilma-Temer de 2014, que começa na próxima terça-feira (4). Já Henrique Neves é visto pelo Planalto como favorável à tese da cassação da chapa, mas a expectativa é que não haja tempo para que ele dê o voto no julgamento da ação.
Compartilhe
REUTERS/Rodolfo Buhrer
REUTERS/Rodolfo Buhrer

As ameaças de Cunha

Preso e com os bens bloqueados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) tem mandado recados a ex-colegas. Ele reclama de dificuldades financeiras, e cobra o pagamento de dívidas antigas. A condenação do peemedebista ontem reacendeu o temor de que, encurralado, Cunha feche delação. Já os advogados de Cunha colocaram na ponta do lápis a rapidez do juiz Sergio Moro. Depois de receber os argumentos da defesa, Moro, em 43 horas, conseguiu ler 290 páginas com alegações do réu e da acusação, presidir duas audiências, redigir um despacho e, ainda, a sentença de 89 folhas em que condenou o ex-presidente da Câmara.
Compartilhe
Evaristo Sa/AFP
Evaristo Sa/AFP

Renan critica governo

O líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros, publicou um vídeo nas redes sociais criticando a gestão do presidente Michel Temer. Para Renan, o governo precisa ?conversar antes? de definir as medidas econômicas. A gestão Temer anunciou na quarta-feira um bloqueio de R$ 42,1 bilhões de despesas previstas no Orçamento para cumprir a meta de chegar ao fim do ano com um deficit máximo de R$ 139 bilhões. Essa não foi a primeira vez que o ex-presidente do Senado subiu o tom contra o Palácio do Planalto. Renan já disse também que existe uma ?insatisfação generalizada? da bancada do PMDB no Senado com o governo.
Compartilhe
Diego Padguschi/Folhapress
Diego Padguschi/Folhapress

Tucanos disputam indicação

O senador Aécio Neves (MG), presidente do PSDB, decidiu colocar um freio na euforia que toma conta do tucanato quando o assunto é uma possível candidatura do prefeito de São Paulo, João Doria, à Presidência. Num recado polido, mas direto, Aécio disse que há ?muita precipitação sobre 2018?. Aliados do governador paulista Geraldo Alckmin também saíram das sombras. Cauê Macris (PSDB-SP), presidente da Assembleia, diz que, se há articulação em torno de Doria, ela é tocada por ?falsos aecistas?, que ?trabalham para dividir o PSDB de São Paulo?.
Compartilhe
Fernando Bizerra Jr./EFE
Fernando Bizerra Jr./EFE

Denúncia contra Perillo

O governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), foi denunciado ao STJ pelo crime de corrupção passiva. O tucano teria recebido vantagens indevidas para beneficiar a empreiteira Delta Construções em contratos do Estado. Mas Perillo não foi o único denunciado. O presidente da Delta, Fernando Cavendish, o diretor regional Cláudio Dias Abreu, e o operador Carlinhos Cachoeira também estão entre os envolvidos. A assessoria de imprensa do governador informou que está confiante que o processo vai ser arquivado pela Justiça.
Compartilhe
Vitor Silva/SSPress/Botafogo
Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Taça Rio

O Botafogo não precisou se esforçar muito para golear a Portuguesa-RJ por 4 a 1. Bruno Silva foi o destaque do jogo, marcando dois gols. Com o resultado, o time carioca subiu para a segunda colocação do grupo e ficou muito próximo das semifinais da Taça Rio. O Vasco foi outro clube que deu um grande passo tanto para a classificação na Taça Rio como para as semifinais do Campeonato Carioca ao vencer o Boavista por 1 a 0, depois de um temporal. Com o resultado, o Vasco saltou para a segunda colocação do Grupo C com dois pontos a mais que Volta Redonda e Portuguesa faltando apenas uma rodada para o término da fase de grupos.
Compartilhe
Luciana Whitaker/Folhapress
Luciana Whitaker/Folhapress

Billy Idol cancela show

Por ?imprevistos pessoais?, o cantor britânico Billy Idol cancelou o show que faria no dia 21 de setembro no Rock in Rio. O músico de 61 anos cancelou a vinda ao Brasil a uma semana do início das vendas de ingressos para o público geral. Ele dividiria o palco com o Aerosmith, Def Leppard e Scalene no dia 21 de setembro. Em um post no Twitter, a organização do Rock in Rio informou que a atração substituta deve ser informada em breve.
Compartilhe

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos