PRF apreende cinco elefantes e um rinoceronte de circo no Mato Grosso do Sul

Da Redação
Em São Paulo

Atualizado às 17h01

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu na última segunda-feira (18) seis animais do circo "Le Cirque" na rodovia BR-163, no Mato Grosso do Sul, informou a assessoria de comunicação da corporação. O circo seguia de Brasília (DF) para Campo Grande (MS), carregando cinco elefantes e um rinoceronte em três carretas.

  • Divulgação/PRF

    Elefantes estavam entre animais apreendidos durante viagem de Brasília a Campo Grande

A primeira apreensão ocorreu por volta das 17h na altura do município de São Gabriel do Oeste (MS), a cerca de 200 km de distância de Campo Grande. Os policias pararam uma das carretas, que carregava dois elefantes, no km 611 da rodovia. Mais tarde, por volta das 20h, foi feita uma segunda apreensão no km 530 da BR-163, à altura de Jaraguari (MS), já a 40 km de distância da capital sul-matogrossense.

Os policiais fizeram a escolta das três carretas para o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres do Ibama em Campo Grande. Segundo o inspetor De Souza, da Polícia Rodoviária Federal no Estado, os agentes foram informados pelo Ibama da existência de um mandado de busca e apreensão para o grupo circense em Brasília.

Em nota, o Ibama disse que o motorista da primeira carreta abordada na BR-163 não apresentou os documentos necessários para transportar os animais e disse ter sido contratado por um outro circo. Este circo, no entanto, não utiliza animais em suas apresentações. Agentes federais ambientais suspeitam que o rinoceronte e os cinco elefantes apreendidos estavam sendo levados para fora do país.

Os seis bichos faziam parte de um grupo de 14 animais que foram constatados como vítimas de maus-tratos durante operação de fiscalização em Brasília na úlitmo dia 12. Na ocasião, foram apreendidos dois chimpanzés e um hipopótamo. No mesmo dia, um juiz da 9ª Vara Federal do Distrito Federal determinou que os animais deveriam ficar no circo.

O Tribunal Regional Federal derrubou a decisão na última sexta-feira (15). Mas já na manhã seguinte (16), os animais haviam sumido do local onde estava armada a lona do circo.

Segundo informação da Agência Brasil, o "Le Cirque" não teria licença do Instituto Ambiental de Brasília para apresentar espetáculos com animais em Brasília.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos