Operação da PF destrói 126 mil pés de maconha no interior do Nordeste

Da Redação
Em São Paulo

A Polícia Federal destruiu 126.397 pés de maconha e oito sementeiras no interior do Nordeste, no primeiro dia da Operação Clareira, que atua desde terça-feira nas margens do rio São Francisco entre os Estados da Bahia e Pernambuco para conter as plantações clandestinas nas pequenas ilhas existentes na região. Cinco mil mudas e sete quilos de maconha prontos para consumo foram incinerados na região de Orocó (PE) e Juazeiro (BA)

Segundo informações da Polícia Federal, a droga costuma ser plantada juntamente com outros produtos agrícolas, como milho e hortaliças, para tentar despistar a polícia e os trabalhadores cultivam durante a noite.

Cinco inquéritos policias foram instaurados e houve duas prisões em flagrante. A operação, que dura até o dia 5 de setembro, conta com helicópteros, cães farejadores e embarcações.

Participam da ação agentes federais de vários Estados, policias civis, militares e rodoviários e bombeiros. A Funai (Fundação Nacional do Índio) e o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) atuam quando as plantações de maconha estão em áreas indígenas e reservas ambientais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos