Homem se mata após manter ex-mulher e filho reféns por mais de 17 horas no ES

Da Redação*
Em São Paulo

O ex-presidiário Antônio Gomes Francisco, de 35 anos, cometeu suicídio na manhã desta sexta-feira (29) depois de manter a ex-mulher, o filho de três meses e a ex-cunhada reféns desde 23h de ontem, em Central Carapina, na Serra (ES).

A ex-cunhada Luciana Ferreira dos Santos Silva, de 23 anos, foi libertada por volta das 7h45 desta sexta. Ela estava ferida desde ontem, quando foi baleada no rosto no início do seqüestro. Já a ex-mulher, Elizamara da Silva Viana, de 20 anos, fugiu por uma pequena brecha, em um momento de distração do seqüestrador, logo após a libertação da irmã.

O seqüestrador, aos gritos, pediu para que Elizamara voltasse para casa. Como não foi atendido, ele disse que não deixaria que os policiais se aproximassem e disparou um tiro contra a própria cabeça.

O seqüestrador havia libertado a criança na quinta-feira em troca de uma garrafa de refrigerante. O bebê foi deixado com a avó na casa de vizinhos.

A mulher ferida foi socorrida no Hospital Dório Silva, na Serra. Elizamara continua nas imediações da casa e passa bem. Ela disse que está "feliz" e que agora a vida dela vai "melhorar".

A perícia da Polícia Civil foi até o local e o corpo foi removido para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória.

* As informações são de "A Gazeta On-line".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos