Correios lançam campanha contra ataque de cães; quem não se adaptar pode ter entrega de cartas suspensa

Da Redação
Em São Paulo

Os Correios estão lançando uma campanha para preservar os carteiros dos ataques de cães. A previsão é que, a partir da semana que vem, os donos de residências ou estabelecimentos que tenham cachorros ferozes recebam uma carta de orientação para regularizar suas caixas de correio. Segundo a empresa, uma das principais causas do ataque canino é a falta ou a instalação inadequada das caixas.

Dê sua opinião

Os imóveis que têm cachorros ferozes vão receber cartas de orientação para regularizar as caixas de correio. Segundo a empresa, uma das principais causas do ataque é a falta ou a instalação inadequada delas


Os proprietários terão cerca de 60 dias para se adequar ou deixarão de receber a correspondência. Os Correios afirmam que está previsto em lei a suspensão da entrega em "locais não adequados".

A ação acontecerá nos Estados com maior incidência de acidentes: Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Piauí, São Paulo e Paraná, além do Distrito Federal.

As "zonas de risco" serão mapeadas pelos próprios carteiros e a orientação será feita em três etapas. A primeira carta enviada indicará como deve ser a caixa de correio, com tamanho para "preservar a integridade dos objetos postais" e posicionada "entre 1,20 m e 1,60 m do piso, com a abertura voltada para a rua". Já na primeira correspondência, o dono do imóvel terá 30 dias para cumprir as normas.

Se as orientações não forem seguidas, ele recebe uma segunda carta com mais 30 dias para a adaptação. Na terceira, o proprietário é informado da suspensão da entrega.

Os acidentes
Os Correios informam que os ataques diminuíram 13% entre 2005 e 2007, mas ainda continuam em terceiro lugar no ranking de acidentes de trabalho. Segundo a empresa, alguns carteiros já tiveram que ficar afastados para receber tratamento após uma mordida.

Hoje os 43 mil carteiros do Brasil recebem um adicional de atividade por ficarem expostos a estes e outros riscos, como exposição ao sol e acidentes de trânsito. O valor é 30% do salário-base.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos