Polícia prende dois supostos milicianos ligados a deputado no Rio

Juliana Castro
Do Rio de Janeiro

A Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco) da Polícia Civil iniciou na manhã desta sexta-feira (5) uma operação por diversos bairros da região metropolitana do Rio de Janeiro para prender supostos milicianos que seriam ligados ao deputado estadual Jorge Babu, afastado do PT provisoriamente por 60 dias. Até o momento, foram presos Roberto Lima e o policial militar Davinilson Freitas.

Babu, que lideraria uma milícia na zona oeste do Rio, foi denunciado pelo Ministério Público Estadual à Justiça por formação de quadrilha. Cerca de cem policiais da Draco e de outras delegacias cumprem 10 mandados de prisão e 20 de busca e apreensão.

Durante a operação, a polícia descobriu uma central de TV a cabo clandestina no bairro de Pedra de Guaratiba (zona oeste). Como deputado, Babu tem foro privilegiado e pode ser preso somente em flagrante de crime inafiançável.

Outros políticos são suspeitos de ligação com milícias que atuam na zona oeste do Rio, entre eles o vereador Jerônimo Guimarães (PMDB), conhecido como Jerominho e seu irmão, o deputado estadual Natalino Guimarães (sem partido). Ambos estão presos em Bangu VIII. A filha de Jerominho e candidata à vereadora, Carminha Jerominho (PT do B), está presa na prisão federal de segurança máxima em Catanduvas, no Paraná.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos