Tropas patrulham favelas para coibir compra de votos

Da Agência JB

Cerca de 3.500 militares do Exército e da Marinha, além de policiais militares, começam nesta quinta-feira a patrulhar comunidades do Rio, Caxias, São Gonçalo e Campos, dominadas pelo tráfico de drogas ou milícia. A operação foi acertada em reunião no Comando Militar do Leste (CML). O objetivo do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) é coibir a compra de votos no Rio.

No Rio, o Exército ocupará as favelas de Rio das Pedras, Gardência Azul e Cidade de Deus, na zona oeste. A Marinha ficará nas comunidades Vila do João, Conjunto Esperança, Vila dos Pinheiros e Nova Holanda, no Complexo da Maré.

Pelos menos 500 homens ficarão posicionados em cada um nesses pontos. Nos dias 14, 15 e 16 de setembro as tropas ocuparão as comunidades de Vila Aliança, Taquaral e Coréia.

As outras comunidades que terão presença das Forças Armadas serão a Rocinha, Vidigal, Jacarezinho, Antares, Carobinha e Barbante, além dp Lixão, Gramacho, Pila, Beira-Mar, Acari, Amarelinho, Sapo, Salgueiro, Alemão e Vila Cruzeiro.

Em Campos, o Exército fará uma ocupação permanente até a eleição.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos